Translate

quinta-feira, 18 de março de 2021

O Universo é um grande campo mental que cria continuamente.

 


Função dos elétrons no Universo

Já abordei anteriormente esse tema, mas para muitos leitores é necessário relembrar algumas características dos elétrons. As coisas sólidas em nosso planeta são formadas pela ligação entre si de uma infinidade de pequenas partes chamadas átomos, esses átomos são formados por duas partes principais, o centro chamado de núcleo e os elétrons que ficam circulando à sua volta, como o sol   circulado pelos planetas. O átomo é composto de um ou mais elétrons, que giram em redor de um núcleo central, o que individualiza o átomo e o distingue é justamente o número desses elétrons que giram em torno do núcleo. Temos conhecidos hoje mais de 92 espécies de átomos, desde o hidrogênio, que é o mais simples, composto de um núcleo e de um só elétron que gira em torno dele; o Hélio que o segue é composto de um núcleo e de dois elétrons; o Lítio (Li) com três elétrons, e assim por diante até o Urânio (U) com 92 elétrons. Notem que o hidrogênio sendo o que tem o menor número de elétrons é a peça fundamental que dá origem a todos os outros átomos. Para começarmos nossa abordagem do elétron no plano astral não podemos deixar de citar a experiência da dupla fenda, quem se interessar poderá pesquisar na internet, lá tem bastante material detalhando esse assunto, ou ler meu post anterior onde eu falo também sobre isso. Resumidamente nessa experiência os cientistas chegaram a conclusão que o comportamento do elétron muda quando o mesmo não está sendo observado. Quando observamos se comporta como partícula, quando não observamos ele se comporta como onda. Talvez pela rigidez e disciplina imposta pela metodologia cientifica, nossos digníssimos cientistas tenham deixado de observar um detalhe curioso sobre o comportamento do elétron. Na experiência o elétron passa primeiramente por uma fenda e se choca em uma barreira ao fundo, onde forma um desenho representando um furo, como o impacto de uma partícula, ou linhas curvas representando ondas , no entanto, quando são colocadas duas fendas os elétrons são capazes de detectar a segunda fenda e passar pelas duas ao mesmo tempo, só algo dotado de consciência pode sofrer a influência de outra consciência maior e entender que ali há outra fenda e que ele pode se espalhar e passar pelas duas fendas, se fosse o elétron de natureza bruta sua interação com outras consciências seria altamente improvável,  ou até mesmo impossível, por isso venho sustentando com certa frequência que o elétron tem sim consciência própria, além disso essa partícula tem outra propriedade que nossos cientistas não detectaram ainda; ele transita entre o  plano físico e o astral, o elétron que está presente em uma parede em um determinado momento, no momento seguinte já não é mais o mesmo, sofreu um decaimento energético natural, chegando em seu último nível de energia e voltando para o plano astral para ser abastecido pela fonte(Deus), toda energia que usamos e que está disponível no universo tem uma única fonte, que além de usar o elétron para transportar energia para suas partes de menor vibração, os usa também como forma de consciência para controlar cada onda e partícula que existe em seu ser, como universo pensante e criativo que é. Não pretendo discutir aqui a natureza magnética do elétron, que está relacionada a natureza do seu ponto de condensação no espaço, na verdade a condensação da energia que forma a matéria não passa de um truque da mente, facilitado por um jogo eletromagnético produzido pela fonte. O universo é um grande campo mental, uma consciência de um conhecimento puro e total em si mesmo, dotado de uma criatividade ilimitada, embora soe estranho, para alguns segmentos religiosos, uma criatura tentar descrever seu criador, devemos levar em consideração que temos todas as características e a natureza criativa dessa fonte que nos nutre e que nos ama incondicionalmente, esse amor incondicional da fonte nos revela outro dado interessante sobre suas atitudes em relação a nós humanos, como poderia um amor dessa magnitude punir alguém? Não pune! Na verdade, nós nos punimos com nossos pensamentos, nossos pensamentos criam nossa realidade, os pensamentos divinos do alto comando universal criam o universo, nós também temos a natureza divina como a fonte, mas nossos pensamentos imperfeitos criam nosso universo interior imperfeito.  Me desculpem, acabei desviando um pouco do assunto original que é o elétron, mas considero essas informações relevantes e não vou apaga-las, continuarei o tema sobre os elétrons em um outro post, para que a leitura aqui não fique muito cansativa.

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2021

Como é criado o espaço-tempo

 


Nossa noção de espaço é bastante restrita, pela teoria de entrelaçamento da física quântica, dois objetos entrelaçados, mesmo se forem colocados um no planeta Terra e outro em outro planeta a anos-luz de distância o que for alterado no objeto da Terra será alterado instantaneamente no outro que está em outro planeta, essa é uma teoria antiga, mas que foi testada recentemente em laboratório por uma equipe da Universidade Griffiths. Usando uma técnica chamada "Homodyne Detection", eles dividiram um único fóton entre dois laboratórios e testaram se a medição de uma parte alterava o status da outra. Dessa forma, verificaram a ocorrência do entrelaçamento.

A titulo de curiosidade; encontrei essa reportagem na internet e estou postando aqui com o link para quem quiser conhecer melhor o tema.

Entrelaçamento quântico é feito entre objetos grandes e diferentes

Uma equipe de físicos da Dinamarca conseguiu entrelaçar dois objetos quânticos muito diferentes e distantes um do outro.

O entrelaçamento - ou emaranhamento - é a base da comunicação quântica e dos sensores mais precisos que existem, e pode ser entendido como um elo entre dois objetos que os faz se comportarem como se fossem um único objeto, tudo o que acontece com um afeta instantaneamente o outro.

Tipicamente feito entre fótons ou entre átomos, o entrelaçamento quântico está também na base da computação quântica...

https://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=entrelacamento-quantico-feito-entre-objetos-grandes-diferentes&id=010110201019#.YCF_lbBKi00

Para nosso texto o importante dessas informações é entendermos que o espaço que percebemos é apenas a forma como a consciência humana interpreta determinados eventos.  Em realidades mais profundas o tempo e o espaço não existem, o nosso próprio subconsciente não reconhece o tempo nem o espaço, uma sena que nos traumatizou décadas atrás continua nos atormentando como se estivesse acontecendo agora. O espaço-tempo tridimensional que percebemos na verdade são criados por consciências altamente desenvolvidas, que escolheram exercer essa função no universo, essas consciências projetam um campo delimitado e o preenche com a energia adequada ao tipo de objeto que esse campo deve representar. Em nível de consciência humana conseguimos modificar a forma e o conteúdo energético de determinados objetos, mas não conseguimos criar campos tridimensionais a partir do nada, pois nossa noção de espaço e de tempo é muito limitada.

Nosso cérebro atua de forma linear analisando as coisas quadro a quadro, isso nos impede de perceber com mais amplitude os eventos que nos afetam no decorrer de nossas encarnações, uma consciência desencarnada e expandida, pode, por exemplo, perceber o passado, o presente e o futuro simultaneamente e pode atuar nos eventos que estão ocorrendo e altera-los. Para uma consciência desse nível, tudo que já aconteceu no universo está registrado no agora do momento que o fato ocorreu, para termos ideia de como isso funciona temos que entender que esse momento que você está lendo esse texto é um agora, onde simultaneamente está acontecendo movimento em todo o universo, esses movimentos estão sendo registrados, e se uma consciência ampliada precisar visitar um dia esse agora que você está lendo, verá você lendo e verá tudo que aconteceu no universo nesse momento, mesmo os níveis mais elevados do seu ser pode fazer isso, e o fazem quando necessário, para nosso espirito, portanto o espaço-tempo não existe, são apenas projeções mentais necessárias para esse momento evolutivo que a espécie humana está vivendo, esse é um dos motivos que muitos seguimentos religiosos afirmam que o mundo do ego não passa de ilusão.

Quando falamos de espaço e tempo em um âmbito mais avançado não podemos deixar de levar em consideração alguns fatores que influenciam diretamente nesses eventos, sabemos que as dimensões que compõem o universo são interpenetradas umas com as outras, as de frequências mais altas tem em cada ponto de seus picos e vales contato  com as dimensões de frequências mais baixas, nesses pontos elas se tocam e estão intimamente ligadas, as dimensões de altas frequências estão irradiando unidades de energia para dentro das dimensões de baixa frequência através desses pontos de contato, isso quer dizer que nesses pontos uma unidade de energia pode atravessar de uma dimensão para outra instantaneamente, temos que levar em consideração também que todas as unidades de consciência que formam o universo partem de um só ponto, que é a fonte universal, e formam uma só consciência com essa fonte, isso quer dizer que estão todas ligadas em tempo real, e se comunicando instantaneamente, já que para a consciência não existe nem o tempo nem o espaço.


sexta-feira, 5 de fevereiro de 2021

Como os espíritos se identificam na 5a dimensão

 



Eletromagnetismo


Nota - Essa parte desse trabalho propõe uma integração mais íntima entre seus textos, pretendendo os próximos capitulo terem uma mesma linha de raciocínio por isso recomendo que leiam o texto anterior, “Entenda Como Deus cria e controla nosso universo”, postado no blog.

Foi dito anteriormente que o Criador usou, a partir do big bang, um jogo de eletromagnetismo para criar praticamente tudo que existe, por isso falaremos um pouco sobre esse tema. Essa palavra define na verdade dois tipos de energias irmãs que coexistem harmonicamente para criar sistemas inteiro como planetas e estrela, o menor sistema elétrico que tenho conhecimento é o átomo, se pegarmos qualquer material e o dividirmos infinitamente chegaremos ao átomo, é ele que forma toda matéria que existe, o átomo por sua vez é formado basicamente por prótons, elétrons e neutros, que também são pequenas e invisíveis partículas que se atraem mutuamente, os prótons e os nêutrons são o centro do átomo e atraem os elétrons que orbitam a sua volta, podemos entender melhor esse conceito, observando nosso sistema solar, o sol é o centro, ou núcleo, e a terra e os outros planetas são os elétrons que orbitam a sua volta, esse sistema planetário que estamos usando atualmente para desenvolver nossa personalidade, é na verdade um dos átomos que compõe o universo do qual fazemos parte, a atração entre o sol e os planetas se dá por magnetismo, assim também como a atração entre o núcleo do átomo e seus elétrons, existem equilíbrio entre o núcleo e os elétrons de quase todos os átomos, mas em alguns como cobre e água, há excesso de elétrons e são essas partículas excedentes que são utilizadas para formar as correntes elétricas que usamos em nosso cotidiano, uma importante característica holística dos elétrons é que eles emitem pequenas quantidades de energia em forma de luz chamadas de quantum, de onde vem a expressão física quântica, e outra interessante característica dessa partícula/onda é que elas transitam constantemente entre os planos físicos e astrais, e podem se comportarem como ondas ou partículas, dependendo da consciência que observa seu comportamento, são curiosidades que podem ser uteis para esse trabalho em textos futuros.

 

Magnetismo

Para esse tema no momento basta sabermos que o magnetismo é uma força de atração entre dois objetos ou dois campos, todo campo magnético tem dois polos sendo um positivo e um negativo, polos iguais se repelem, polos contrários se atraem, todo objeto magnetizado possui dois polos dentro dele. O movimento dos elétrons no interior do objeto magnetizado é que forma o campo magnético em volta dele. O imã é um exemplo clássico de campo magnético, o planeta Terra também é um grande campo eletromagnético que sofre a atração do sol, que é um campo magnético maior do que a Terra. Para se entender melhor a relação entre magnetismo e eletricidade podemos observar o funcionamento do motor elétrico, em seu interior há uma peça chamada rotor nessa peça são empregados vários imãs que forma um campo magnético, e é através desse campo que se formam as correntes elétricas. Para esse trabalho não é necessário entender profundamente o conceito de eletromagnetismo, mas pelo menos uma ideia de como funciona deve-se buscar, já que como foi dito anteriormente, todo o universo incluindo nosso ego, é formado por um jogo eletromagnético criado pela consciência universal.

A ciência atualmente tem conhecimento apenas dos campos eletromagnéticos que vibram em baixas frequências, não tendo entendido ainda campos como os corpos mentais, corpos emocionais e outros ainda não detectados por aparelhos científicos, na verdade os aparelhos que detectam a frequência vibratória dos pensamentos são, a meu ver, os que estão mais próximos de detectar campos como o corpo mental que compõe nosso ser, mesmo assim estão muito longe de entender como funcionam energias como as que formam nosso espirito, por exemplo: Nosso espirito como energia vibra em alta frequência, e nos identificamos nesse nível pela frequência vibratória de cada um, aqui não há nomes como, João, Maria, Joaquim etc, quando um espirito detecta o outro imediatamente o identifica pelas suas faixas vibratórias, determinando todas as vivencias de seu passado, todas as funções que ele desempenha e que está desempenhando no momento, assim sentindo a vibração de outro espirito o identificamos por completo imediatamente, naturalmente estou empregando o termo espirito aqui como níveis mais profundos e evoluídos do nosso ser.

Eu tenho me referido bastante aqui à ideia de campo, esse é um conceito importante para entendermos como o universo funciona, o campo de um objeto não é só a área que abrange sua parte material, o campo do fogo, por exemplo, abrange toda área onde seu calor alcança, o campo magnético de um imã abrange toda área onde ele exerce atração magnética e assim por diante, todos os campos na verdade interage de alguma forma com outros campos a sua volta, todo o universo, na verdade, é um grande campo energético onde a energia se condensa em determinados pontos, por conta de que naquele ponto foi criado um campo magnético que ancora determinado tipo de energia, toda energia disponível no universo tem uma única fonte de onde essa energia é distribuída através de espíritos auxiliares, como anjos, arcanjos e os próprios seres humanos, toda onda ou partícula existente no universo é dotada de uma mônada de consciência controlada pela fonte de onde se originou.

sexta-feira, 22 de janeiro de 2021

Entenda Como Deus cria e controla nosso universo

 


Dimensão

Não vamos discutir para esse tema a teoria da relatividade, pois estamos a falar de vibrações que se interpenetram ou se organizam paralelamente umas as outras, na verdade para esse trabalho dimensões significam principalmente níveis de consciência e de sentimentos, exploráramos com mais detalhes futuramente sobre o tema consciências, por ora é bom saberem que todas as partículas e ondas do universo tem consciência e são organizadas por uma consciência maior ou mais desenvolvida, quanto maior a consciência organizadora maior a frequência envolvida no sistema organizado, dessa forma quando falamos de dimensões estamos também a falar de níveis de consciência, cada faixa vibracional organizada pela consciência representa uma dimensão, pois tem uma sintonia única. Dentro de um sistema pode haver varias faixas vibracionais que se organizam em dimensões paralelas ou interpenetradas, um exemplo pratico disso é nosso corpo mental/emocional, muitas vezes estamos pensando coisas maravilhosas em nossa mente consciente e sintonizando altas faixas vibratórias na realidade de consenso, a nossa volta de repente vemos algo que nos revolta ou nos entristece, como temos em nosso subconsciente complexos psicológicos formado em nosso passado envolvendo esses sentimentos, eles vem a tona derrubando nossa faixa vibratória. Isso quer dizer que em nosso sistema mental/emocional podemos ter varias realidades e dimensões paralelas, sentimentos e pensamentos de baixa frequência ou sentimentos e pensamentos de alta frequência. Quando for citado nos textos que produzirei na sequencia, esse será então o sentido que empregarei para dimensão.

O que significa Ascensão

Tudo que existe em nosso universo é formado pela combinação de duas energias, o magnetismo e a eletricidade, exceto o criador universal, os ouros tipos de energias existentes são variações dessas duas energias, inclusivo nosso corpo físico mental e emocional são complexos circuitos eletromagnéticos, assim também é o nosso espirito, o eletromagnetismo são ondas com determinada frequência e amplitude, quanto maior a frequência da onda menos densa ela é. Não pretendo entrar em detalhes mais profundos sobre esse tema, mas é interessante você saber que frequências iguais se sintonizam por ressonância, assim é em todas as situações, como um aparelho de radio ou televisão onde cada frequência sintoniza uma emissora, também em nosso cotidiano se você prestar atenção notará que: o alcoólatra atrai a companhia de outro alcoólatra; o evangélico atrai a companhia de outro evangélico; e assim sucessivamente. Nossos corpos material, emocional e mental inferior são de baixa frequência e se enquadram em sua grande maioria na terceira e quarta dimensão, Nosso espirito, assim como o universo, é organizado por dimensões, cada dimensão tem sua própria faixa vibracional, quanto mais alta é a taxa de vibração mais elevado é o espirito ou a personalidade, dessa forma quanto mais a pessoa eleva sua taxa vibracional, mais ela consegue sintonizar seu espirito.

Espirito

Vamos começar a definição de espirito para esse trabalho abordando-o em sua forma suprema, esse universo do qual fazemos parte é um grande campo de energia pura composta por consciência e amor inteligente a consciência pura dotada de criatividade ilimitada altera pontos de seu próprio campo, formando em um jogo de eletromagnetismo tudo que existe no universo, a grosso modo, são criados pontos magnéticos ou gravitacionais que deformam as ondas de consciência alterando sua frequência sempre para baixo produzindo formas diferenciada, em termos de espirito, o pai criador baixa sua própria frequência vibratória até essa frequência atingir um estado de 3a ou 4a dimensão que é onde estamos situado, quando falar então em espirito nesse trabalho o dividirei em faixas vibratórias espirito-humano me referindo a faixa vibratória entre Deus e o ego, e aproveitando o termo usado pelos nossos irmãos indígenas usarei o termo grande espirito ou Deus para o criador universal, falaremos mais sobre esse criador universal se no desenrolar dos próximos textos se mostrar necessário, pelo que já foi visto até aqui é fácil deduzir que quanto mais elevamos nossos sentimentos em direção ao amor e a pureza do pai universal, mais nos aproximamos da unicidade com Deus, e que o universo inteiro é formado por um único espirito que altera determinados pontos de seu próprio ser em um trabalho incessante de criatividade.

quarta-feira, 8 de abril de 2020

Dialética da Consciência, consciência pura e transitória.




 consciência pura e transitória.

A consciência e o conhecimento não existem separados, embora sejam diferentes; o conhecimento é o saber mais didático, é a interpretação do termo ou do fato, a consciência vai além do fato de que algo existe e vai até mesmo além da certeza, é algo que se sabe de forma inabalável e definitiva, a consciência não pode ser algo que está sendo, não pode ser transitória, ela é algo real e permanente e não pode ser apenas percebida, ela tem que ser sentida e testificada por planos mais profundos do nosso ser.

O simples fato de observarmos o objeto não nos dá consciência clara de sua existência, visto que o julgaremos com base em nossos conceitos internos, o objeto pode ser real e não definitivo, não podemos ter consciência plena e definitiva de algo passageiro, assim sendo a consciência em relação a aquele objeto está abalada com reticencias, não podendo garantir a permanência da certeza do mesmo, ele pode existir apenas naquele momento ou pode existir apenas em outro ponto do universo perfeito e definitivo, apesar de nossa mente arquivar em nossa ser, e consequentemente no universo a imagem desse objeto, essa imagem já existia anteriormente no campo quântico das possibilidades e passa a ser real apenas quando é sintonizado e assimilado por uma consciência, enquanto objeto, se esse mesmo objeto deixar de ser sintonizado por algum tipo de consciência ele se dissolverá voltando a ser energia pura e jamais poderá se transformar em uma realidade integrante do universo, o objeto interpretado pela mente não sendo definitivo não pode ser uma consciência pura, ele apenas existirá como consciência definitiva e real em sua origem quântica universal, quando o homem pensou pela primeira vez nesse objeto ele já existia como possibilidade em algum ponto do universo, essa possibilidade foi expressada pela mente, criando para a mente um pensamento que é uma matriz energética, e criando para a matéria uma outra matriz enérgica modelada a partir de matérias existentes na natureza, qual matriz energética poderá ser o objeto de consciência pura, se não aquela já existente no campo quântico de possibilidades? que quando pensada adquire uma forma adaptada aos conceitos humano? Mas essa possibilidade depois de pensada certamente deixa de ser uma possibilidade e passa a existir no plano material de forma passageira e no arquivo universal de pensamentos dentro da mente humana, nesse local essa realidade já carregada com todas as experiências que poderia adquirir, esse objeto passa a ser uma consciência definitiva quando acessada, podendo então se materializar com todas as moléculas e átomos com os quais foi expresso no plano material, já que nesse plano a matéria não passa de condensação de energias feitas a partir da variação gravitacional.
Nessa linha de pensamento nossa percepção não produz consciência. Mas transforma possibilidades em percepção de consciência.
A luz que é condensada como matéria é condensada também como pensamento e espirito criando a realidade interna de cada ser, não sendo também essa realidade uma consciência, já que essa realidade existe em constante transformação e jamais será definitiva. Podemos ter consciência somente de nossa existência porque essa existência estando ou não em transformação  é eterna.
Também a imagem do objeto material estará sempre em transformação e não pode ser consciência, mesmo o pensamento não pode ser consciência, pois o mesmo dá forma ao objeto e a forma como já foi dito estará sempre em transformação, assim nos resta o conceito que temos em relação ao objeto, sendo esse mais intuitivo e recebido das partes mais profundas do nosso ser. Então a consciência não é matéria nem pensamento, nem razão, é conceito, é a visão do objeto em todos os seus aspectos visíveis e invisíveis, compreendidos e não compreendidos por nossa razão, não tendo nós o conhecimento absoluto, um conceito não tem que ser explicado racionalmente por nós, algo não pode deixar de ser real simplesmente porque não o compreendemos, a consciência, por exemplo, é algo incompreensível por nós, no entanto ela existe e nos brinda constantemente com sua inebriante fascinação.
Para simplificar o entendimento podemos classificar a consciência em níveis de profundidade, assim partindo da consciência pura definida no texto acima podemos definir que um objeto mesmo em sua forma pode ser determinado como um nível de consciência emanada de forma mais superficial e transitória pelo observador. Mas esse nível de consciência seria incapaz de validar experiências cientificas como a de partícula onda, onde na presença da consciência do observado a onda se comporta como partícula e na ausência dessa consciência ela se comporta como onda. No dia a dia o pensamento é transformado em objetos, ou seja, a onda é transformada em partícula, nesse caso a consciência mais profunda está na onda e a mais superficial na partícula ou objeto, pode-se pensar que a consciência existe indiferente de ondas, de partículas, de pensamentos, ou de qualquer outra coisa, ela cria toda realidade, ela existe em si e não no objeto ou no pensamento.
Um nível interessante de consciência é o gerado pelo conceito de certo e errado, na natureza incluindo nós, tudo tende ao equilíbrio e quando esse equilíbrio é quebrado o sistema se vê atribulado por perturbações e sofrimento, vamos pegar como exemplo nossa paz interior, nosso equilíbrio interno se dá baseado em nosso conceito de certo ou errado, se pelo que entendemos como certo é o que fazemos ficamos tranquilos, se fizermos o contrario, nossa mente nos acusa e passa a nos incomodar, isso é uma forma superficial de consciência que mais cedo ou mais tarde se manifestará cobrando uma retratação, e porque isso ocorre? Já que aparentemente pra nós estamos fazendo o que é certo? Isso acontece porque temos em níveis mais profundos do nosso ser códigos de conduta que nos direciona para o amor, para o equilíbrio universal entre todos os seres e todas as partículas e ondas existentes, esse código de conduta é também uma forma de consciência pura fazendo de nossos conceitos internos uma consciência transitória que caminha para consciências puras como esses códigos implantados no mais profundo de nosso ser.
A consciência está ligada a auto percepção, é o conhecimento da existência da própria existência.  Como o universo existe dentro de nós a nossa percepção deve atender a existência de toda partícula criada.

A pureza de nossa consciência é que determina o quanto somos evoluídos moralmente e o quanto podemos evoluir.

segunda-feira, 3 de fevereiro de 2020

O espirito e o corpo físico, visão kardecista e a universalista




O espirito conforme allan kadec

“O mundo espírita é o mundo normal, primitivo,
eterno, preexistente e sobrevivente a tudo.
O espirito é eterno, e atemporal e é revestido por um invólucro material que é o corpo físico. O corpo físico por sua vez é uma vestimenta temporária usada como um instrumento de evolução para o espirito.
O corpo físico  é composto por elementos emprestados pelo planeta terra e pelo sol, a terra é sustentada tanto em luz como em gravidade por sua estrela que é o sol, o sol além de fornecer a luz repassa o carbono para o corpo humano através das plantas, o carbono é uma molécula essencial que produz a energia gasta pelo corpo físico e que também faz parte da estrutura desse corpo, é interessante que o leitor pesquise sobre a importância dessa molécula para o corpo humano, a terra fornece fosforo, cálcio, agua nitrogênio, oxigênio entre outros elementos formadores de nossa estrutura física, no final das contas, o corpo físico, é apenas um empréstimo feito pela mãe terra que o recolherá quando o fluido vital que o anima o abandonar, gostaria de abrir um parêntese aqui para lembrar que o planeta terra é um corpo físico de um espirito altamente desenvolvido denominado pela nossa literatura como cristo, na mesma situação se encontra o astro solar, no caso do sol, o corpo físico que ele representa é formado pela estrela central e pelos planetas que compõe sua corte celestial, assim sendo a terra é uma molécula desse grande corpo solar e nós somos um átomo na formação dessa molécula, o mesmo ocorre com os corpos astrais dessas entidades celestiais, esclarecido esse ponto fecho o parêntese então para continuarmos a discorrer sobre o tema espirito, o espirito que encarna a forma humana está destinado a ser um ser divino e jamais se encarnará em uma forma animal na superfície do planeta terra, para o kardecista o espirito não representa um ser puro e divinal, mas sim o resumo de tudo que ele viveu, de bom e de ruim em suas encarnações pregressas, assim o homem bom é o resultado de um espirito que aproveitou e assimilou os ensinamentos e experiências vividas em suas encarnações anteriores. Os espíritos encarnados e desencarnados atuam, moldam e dirigem a matéria e a moral no plano físico. No espiritismo o espirito encarnado também recebe a terminologia de alma o que não altera o seu sentido, a vida não é a alma é um fluido universal que  anima todos os seres viventes, o fluido que anima os animais e as plantas é o mesmo que anima o corpo humano, já a alma por ser o principio inteligente reside apenas na forma humana conforme já foi mencionado.
Na erraticidade a alma recebe o nome de espirito, veja o que diz nesse sentido o livro dos espíritos na questão 134,

“134. Que é a alma?

“Um Espírito encarnado.”
a) — Que era a alma antes de se unir ao corpo?

“Espírito.”

b) — As almas e os Espíritos são, portanto, idênticos, a mesma coisa?
“Sim, as almas não são senão os Espíritos. Antes de se unir ao corpo, a alma é um dos seres inteligentes que povoam o mundo invisível, os quais temporariamente revestem um invólucro carnal para se purificarem e esclarecerem.”
A alma em sua primeira encarnação é simples e ignorante necessitando de varias encarnações para que vá se aperfeiçoando gradativamente, dependendo a velocidade desse desenvolvimento do esforço individual de cada um. O espirito é eterno e sua estrutura é idêntica em todas as partes do universo o que muda de um para ouro é só a roupagem ou corpo físico.


O espirito conforme o livro de urantia

Já o livro de urantia é bem mais detalhista e divide o espirito criado puro e ignorante em sete espíritos que juntos formam um só. No trecho abaixo que foi retirado de sua pagina 702, os mentores nos fala sobre os primeiros seres humano que habitaram o planeta terra, os sete espíritos estão em negrito no texto abaixo.

“6. A Evolução da Mente Humana

(709.2) 62:6.1 Nós, os Portadores da Vida em Urântia, passamos por uma longa vigília e uma espera cuidadosa desde o dia em que inicialmente plantamos o plasma da vida nas águas planetárias e assim, naturalmente, até que o aparecimento dos primeiros seres realmente inteligentes e volitivos trouxesse-nos uma grande alegria e uma satisfação suprema.
(709.3) 62:6.2 Acompanhamos o desenvolvimento mental dos gêmeos, por meio da observação do funcionamento dos sete espíritos ajudantes da mente, destinados a Urântia, na época da nossa chegada ao planeta. Durante o longo desenvolvimento evolucionário da vida planetária, esses incansáveis ministradores da mente têm sempre registrado as suas habilidades crescentes de contatar as capacidades dos cérebros, em expansão sucessiva, das criaturas animais progressivamente superiores.
(709.4) 62:6.3 A princípio, apenas o espírito da intuição podia funcionar no comportamento, de instintos e reflexos, da vida animal primordial. Com a diferenciação dos tipos mais elevados, o espírito da compreensão tornou-se capaz de dotar tais criaturas com a dádiva da associação espontânea de idéias. Mais tarde observamos o espírito da coragem entrar em ação; os animais em evolução realmente desenvolviam uma forma incipiente de autoconsciência de proteção. Depois do aparecimento dos grupos de mamíferos, nós observamos o espírito do conhecimento manifestando-se em medida crescente. E a evolução dos mamíferos mais elevados trouxe à função o espírito do conselho, com o crescimento resultante do instinto de grupo e com os começos do desenvolvimento social primitivo.
(709.5) 62:6.4 Progressivamente, com o desenvolvimento dos mamíferos precursores e, em seguida, com o dos mamíferos intermediários e dos primatas, tínhamos observado o serviço implementado dos primeiros cinco ajudantes. Mas nunca os dois espíritos ajudantes restantes, os mais elevados ministradores da mente, haviam sido capazes de entrar em função no tipo de mente evolucionária de Urântia.
(709.6) 62:6.5 Imaginai o nosso júbilo, um dia — os dois gêmeos estavam com cerca de dez anos de idade quando o espírito da adoração fez o seu primeiro contato com a mente da gêmea fêmea e pouco depois com a do macho. Sabíamos que algo muito próximo da mente humana aproximava-se da culminância; e quando, cerca de um ano depois, eles finalmente resolveram, em consequência do pensamento meditativo e de decisão propositada, partir de casa e viajar para o norte, então o espírito da sabedoria começou a atuar em Urântia, nessas duas que são reconhecidas, agora, como mentes humanas.
(709.7) 62:6.6 Houve uma nova e imediata ordem de mobilização dos sete espíritos ajudantes da mente. “Estávamos cheios de expectativa; compreendíamos que se aproximava a hora longamente aguardada; sabíamos que estávamos no umbral da realização do nosso esforço prolongado para desenvolver e fazer evoluir em Urântia as criaturas dotadas de vontade.”
Esses sete espíritos, que são características da mente, tem a capacidade de fornecer dados e se conectarem com um espirito superior denominado ministra divina que tem como um dos seus corpos sutis o circuito do espirito santo que permeia todo o universo, esse circuito é composto por faixas vibracionais conhecidas por nos na superfície do planeta terra como sentimentos e são esses sentimentos que a mente humana vai sintonizando conforme vai se desenvolvendo.
Em um determinado ponto evolutivo a mente humana se torna apta a suportar a vibração de um espirito puro e perfeito criado pela inteligência suprema universal, esses espíritos são criados em serie e são todos idênticos, não tem personalidade, quando passa a habitar a mente humana é denominado de ajustador do pensamento e passa a conduzir o espirito humano, formado originalmente pelos sete espirito, em direção a havona, o paraíso central dos universos, o espirito humano conforme evolui com essa orientação divina alcança um nível de vibração compatível com o ajustador do pensamento se tornando um só com ele e se tornando a personalidade desse espirito divino, assim o espirito humano evolutivo se torna um Deus capaz de criar e gerenciar seu próprio universo e o espirito divino criado ganha uma personalidade única no universo, é útil ressaltar que conforme esse surpreendente  livro, a mente humana só se capacita a receber definitivamente o espirito divino perfeito, depois de receber o espirito da verdade, no nosso caso esse espirito foi implantado em nosso planeta pelo mestre jesus em sua encarnação na superfície terrestre a cerca de 2000 mil anos atrás.